Site/Ofinas/LaTeX/nivel1/2009out22

De PoliGNU Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução

LaTeX é usado para a produção de textos com alta qualidade tipográfica. Como se utiliza do poder da programação, é preciso ter em mente que existem caracteres e palavras que tem funções especiais e isso deve ser respeitado.

  • Usando LaTeX, os textos são escritos com texto plano, isto é, sem formatação.
  • Comandos: são instruções que dizem ao compilador o que deve ser feito, como por exemplo que dado texto deve estar em negrito.
    • Sempre precedidos por \.
    • Seguem a seguinte forma: \comando [argumentos opcionais] {argumentos obrigatórios}
  • Ambientes: é um tipo de instrução especial que faz com que tudo que estiver dentro dos limites determinados, comporte-se como descreve o ambiente escolhido, tal como o texto estar centralizado.
    • Deve ser iniciado por \begin {nome do ambiente}
    • Deve ser finalizado por \end {nome do ambiente}
  • Comentários: textos ignorados pelo compilador.
    • É representado pelo símbolo %
    • Tudo após este símbolo, até que linha termine, é ignorado.

A estrutura mínima de um documento LaTeX é a seguinte:

Código Explicações
         \documentclass{article}
            \begin{document}
            \end{document}
        Define o modelo que será seguido.
        Inicio do documento em si
        Fim do documento

Um primeiro documento, bem simples, poderia ser:

   \documentclass{article}
      \begin{document}
         Meu primeiro documento em LaTeX.
      \end{document}


Embora isso pareça simples demais, o LaTeX permite a extensão de suas capacidades por meio de pacotes e é nisso que reside sua força.

  • Pacotes: são recursos que aumentam a capacidade do sistema básico.
    • Devem ser colocados no preâmbulo do documento.
    • O comando utilizado para isso é: \usepackage [opções do pacote] {nome do pacote}
    • Exemplos:
      • amsmath (\usepackage {amsmath}) -- trata de símbolos matemáticos.
      • graphicx (\usepackage {graphicx}) -- aumenta a capacidade de manipulação de imagens.
      • outros exemplos no próprio corpo do arquivo base.tex, a seguir, com explicações nos comentários.


Software usado: TexMaker.

Arquivo: base.tex

\documentclass{article}
    %preâmbulo
    \usepackage [T1] {fontenc}     % entende os diferentes caracteres
    \usepackage [utf8] {inputenc}  % diz o q fazer com os caracteres
                                      % para windows: \usepackage [latin1] {inputenc}
    \usepackage [brazil] {babel}   % hifenização em português

    \usepackage {graphicx}         % tratamento de figuras
    \usepackage {amsmath}          % recursos extras para matemática
   
    \title {Oficina LaTeX}
    \author {nome do autor}

    \begin{document}                                    % início do documento
        \maketitle                                      % insere título usando dados do preâmbulo
        \input {texto.tex}                              % usa arquivo externo
        \input {math.tex}                               % usa arquivo externo
        \begin{figure}                                  % ambiente flutuante para figura
            \centering                                  % centraliza o ambiente
            \includegraphics [scale=0.5] {figura}       % inserção da figura
        \end{figure}                                    % fim do ambiente flutuante da figura
    \end{document}                                      % fim do documento

O comando especial \maketitle produz um título para o documento e pede por título, autor e possivelmente uma data com \title{}, \author{} e \date colocados no preâmbulo.

Além disso, para introduzir o conceito de separação entre formatação e conteúdo foram utilizados arquivos complementares: um com texto e outro com símbolos matemáticos.

Arquivo: texto.tex

A ideia central do \LaTeX é distanciar o autor o máximo possível da apresentação visual da informação.

Ao invés de trabalhar com ideias visuais, o usuário é encorajado a trabalhar com conceitos mais lógicos e, consequentemente, independente da apresentação como capítulos, seções, ênfase e tabelas, sem contudo impedir o usuário da liberdade de indicar, expressamente, declarações de formatação.

A versão mais recente é a \LaTeXe.

Arquivo: math.tex

A seguir, a fórmula das combinações como um exemplo simplório da capacidade matemática do \LaTeX:
    \[C_k^n = \frac{n!}{k!(n-k)!}\]
   
    \begin{align}
        (a+b)^3     &= (a+b)^2(a+b)\\
                    &=(a^2+2ab+b^2)(a+b)\\
                    &=(a^3+2a^2b+ab^2) + (a^2b+2ab^2+b^3)\\
                    &=a^3+3a^2b+3ab^2+b^3\\
    \end{align}

Próximos passos

  • como fazer novos comandos: \newcomand
  • como fazer novos ambientes: \newenvironment
  • referencias cruzadas: \label{} e \ref{}
  • seccionamento: \section{}, \subsection{}, ...
  • ambientes de lista: enumerate, itemize, description.
  • ambientes flutuantes: figure, table, ...